quinta-feira, 4 de março de 2010

Resposta a John

Oi John. "Mais um dia, brother".

Sua pergunta me fez refletir no peso de minha resposta.


Escrevi que "A ansiedade é a angústia de não se ter o controle." http://grupomaos.blogspot.com/2008/10/plulas-para-ansiedade.html

O melhor medicamento para essa sua ansiedade é composto de uma pitadinha de raiva, muita informação, honestidade com você mesmo e muita atividade.

A ansiedade é um produto da mente. Ela joga contra você um monte de "vontades", "pensamentos", justificativas" para que você ceda. Para te derrotar. A mente, quando toma o controle é a verdadeira inimiga.

O Einstein, que era um crânio, dizia que só entendia tudo que entendia porque ouvia o coração e não a mente.

A mente é aquele diabinho dos desenhos animados... ele quer mesmo é te f*der.


Quanto mais informação você tiver sobre essa “ansiedade” que te atinge, quanto mais souber os efeitos que a abstinência exerce sobre o corpo, melhor você vai entender as armadilhas da mente. É tudo armadilha! É como você estar ansioso por um telefonema e ficar pegando o celular o tempo todo “para ver as horas”. Ou estar com fome e abrir a geladeira “só para tomar água”... Você percebe que a ansiedade está chegando e entende bem porque ela aparece, não é mesmo?!


A pitada de raiva é para você aceitar que dentro de você, de mim, dos amigos, de todo mundo, existem idéias, pensamentos, vontades que às vezes são uma merda. Que você até meio que já sabe que num prestam. A raiva é para lutar contra isso. Para dizer pra mente “é filha da p*ta, ta querendo me destruir né?! Não vou cair nessa, vou pensar em outras coisas.”


A honestidade consigo mesmo é parte deste remédio forte contra a ansiedade porque não vai permitir que a mente – que MENTE – te engane. É ser franco com suas ansiedades. Falando a verdade pra gente, podemos nos dizer verdades que às vezes incomodam, mas que sempre são boas.


E a muita atividade é receita da minha avó (da avó de todo mundo) que dizia que “mente vazia, oficina do diabo”. A gente sofre mais de ansiedade quando ta meio que “esperando”, “sem nada pra fazer” ou numa situação que sempre nos levou a um tipo de comportamento. Se ocupar, principalmente de algo que distraia a mente, afinal, é ela que devemos derrotar, é um ótimo analgésico para a ansiedade.

Tem dias que a ansiedade é tão grande que você liga a TV sem querer ver nada. Liga o rádio sem querer ouvir nada. Aí começa a fazer algo e para na metade... JAMAIS DESISTA. Uma hora você vai achar coisas saudáveis que realmente distraem e ocupam.


Lembre-se sempre de como seu corpo e mente reagem quando se sente ansioso. Seja honesto contigo sobre as razões desta ansiedade. Sinta raiva da situação. Detone todos os pensamentos geradores desta ansiedade e permaneça firme. O maior remédio, o mais poderoso, sempre vai ser o amor que você sente por você e o que recebe e dá aos outros. Sempre.


PS: O bambu tá ali... porque ele entorta, mas não quebra!

Um comentário:

Fernando Antonio Pereira disse...

Olá!
Saudações Literárias...
Parabéns! Muito bom o espaço.
Sempre que puder voltarei.
Abraços de Luz.
Visite o ILUMINANDO A VIDA.