sexta-feira, 26 de junho de 2009

Michael Joseph Jackson


CEDO DEMAIS, BROTHER!

6 comentários:

Marcelo A. disse...

Eu não vi Elivs morrer. Nem Lennon. Mas vi Michael. E garanto que, poucas vezes, me senti tão triste. Ver toda hora nos notíciários no que o garotinho prodígio se transformou, me deixou muito deprimido. Mas, o que realmente vale, é sua música. E pra mim, jamais haverá outro MJ. Como jamais houve outro Elivs ou John Lennon.

Querendo retribuir:

www.marcelo-antunes.blogspot.com

Abração e Sucesso!

Transparente disse...

To chocada ate agora,o consolo sera sua musica, sua arte...
Luto total

b disse...

Lembro dos filhos adolescentes curtindo os clipes.
Lembro-me admirando os passos, a coordenação, produção, a alegria de fazer.
Esse moço saiu de si através do seu talento e ofertou.
Acontece que nos últimos tempos, foi julgado pelo que fez com o corpo.
Nunca foi julgado pelo que fez com o talento além de ganhar milhões.
Ganham milhões também , pessoas que nunca dividiram ou distribuíram talento e alegria.
Foi cedo demais sim.
Deixa através do vídeo, a energia, a vitalidade, a genialidade de transformar a música de rua em arte para todos.
Bonito moço, que tenha paz entre os anjos porque certamente, os músicos a merecem.

Vítor Torrez disse...

Felipe!
Saudades de passar aqui no blog de vcs!
Entrei de férias essa semana e vou ver se aproveito pra relaxar e distrair um pouco a cabeça antes que o cursinho volte com tudo de novo.
Adorei o novo visual do blog, bem melhor do que o anterior ;D
Sobre o Michael, não vou ser hipócrita de dizer muita coisa, afinal, nunca acompanhei a carreira dele de verdade, mas só de ver a mobilização do mundo e o legado de fãs que ele deixou....Triste... Nunca tinha visto um acontecimento que causasse tamanha comoção mundial... Se ele chegou nesse nível de fama, com certeza não foi à toa e isso ninguém pode negar. Todos devemos um grande respeito a ele.
Enfim, entrei aqui mais pra cumprimentar vocês mesmo ^^

Grande abraço em todos aí do blog.
Vítor Torrez

Cesar Cruz disse...

Pois é, amigos. Uma pena essa morte... Eu lembro de, aos 13, 14 anos, dançar nas festinhas ao som de "pirê, pirê, pirê, pirê, vamos todos comê pirê!!!"

ahaha!

Abraços aos amigos (e 1 bj especial pra Gisela, que sempre me socorre nas minhas burrices tecnológicas!)

Cesar Cruz

em tempo: a cara do blogue ficou demais! As cores, tudo! Show!

Marcus Batalha disse...

Esse deixa saudades, polêmicas e histórias que ainda vão dar muuuuuuuuuuito pano pra manga...

Sucesso!