quinta-feira, 19 de março de 2009

Erro porque Não Sei

Quem gosta de cometer erros levante a mão?
Huummmm [observando]

E quem se sente mal consigo mesmo, quando erra? Levanta a mão!
Ahhh é...

De fato, é uma comparação desigual!

A princípio lutamos para não aceitar tal erro. Argumentamos, justificamos, discutimos, culpamos alguém e por fim, já irritados ou derrotados, aceitamos, com ares de “desisto de falar com você”. Ou quando estamos no trânsito já distantes de casa e lembramos que a coisa mais importante do dia foi esquecida sobre a mesa da sala. Uma porcaria!
Sabe por que “erramos” e isso é algo terrível para nós? Sabe por que é tão raro vermos nossos erros e mais difícil aceita-los?

Porque pensamos que sabemos viver!

Hã?

É exatamente isso! Acordamos todos os dias, sem lembrar, sequer por um instante, que não sabemos a hora certa de falar as coisas. Que não sabemos demonstrar nossos sentimentos, que não temos total controle sobre nossa memória, nossos hábitos e tampouco sabemos lidar com todas as pessoas que nos cercam. Ignoramos completamente que estamos APRENDENDO e que algumas situações podem ser absolutamente novas para gente. Quer um exemplo?
Amar!

Não encaramos a vida como encaramos a escola. Vivemos como se fôssemos diplomados, mestres, doutores em viver. Por isso vivemos errando!
Já tentou explicar para um doutor em matemática que o cálculo dele está errado?
Já reparou que na escola, você aceita que tirou uma nota 4,5? Que na escola você consegue enxergar que foi mal porque matou aula, porque não estudou, porque ficou vendo televisão e que, mesmo tendo estudado, na hora teve um branco e num conseguia lembrar a porra da fórmula?

Viver é isso. É estar na escola, cercado de amigos que também não sabem. Cada um com suas habilidades. Diante de um professor, hora severo, hora implacável, hora paternalista e amigão, mas sempre diante de alguma LIÇÃO! Uma matéria nova, um capítulo novo, novos exercícios...
E devemos estudar para a vida, da mesma forma. Repassar o que vivemos, ouvimos, pensar nos outros, pensar na melhor forma de se expressar, pensar e agir.
E a humildade que levamos para a escola (sem perceber), esquecemos na vida.
Porque nela, somos doutores... Nela sabemos tudo! Então como você vem me dizer que estou errado? Quem é você pra dizer que eu to errado? Quem vai perdoar essa minha cabeça de “picolé de chuchu” que sempre esquece as coisas?

EU NÃO SEI!!! Estou aprendendo...pô!

Tenho 15, 25, 40, 60 anos... e estou na mesma escola que você. Reprovei alguns anos (erros) e fui aprovado em outros. Ainda vou ter que aprender o que fazer quando chegar a morte, ou a paternidade, a dívida e a glória... não sei. Enquanto não for catedrático sobre a vida... tenho que me permitir errar. Como erro na escola. Apago o erro com a borracha, levanto a cabeça, olho pra lousa... me volto novamente para minha vida e corrijo onde errei. Ou quem sabe, algum amigo meu sabe me dizer como resolver...

E assim, vou acordando todo dia, e sigo humilde para a escola. Desta não temos como faltar nenhum dia. Todo dia tem lição e prova. Não importando quantos erros cometemos na aula anterior, sempre vai haver um professor para ensinar e a cada nascer do sol, ganhamos um ponto positivo!.
Foi isso que aprendi esses dias... foi isso o que consegui aprender .

29 comentários:

Wagner Lopes disse...

Oi
Estou sorteando 5 trabalhos meus. Depois da uma olhada lá no meu blog
Abraços

b disse...

Ai!...
Ainda bem que não existo.
Penso..logo sou?
Mentira.
Melhor observar a humildade.
É...

Gabi disse...

Se eu aceitasse errar, talvez estivesse menos acabada...
Hoje errei e me sinto fraca e incapaz.... Com o mundo nas costas....
COmo é dificil errar...

Eu amo a E.Y. disse...

Eu torço para ter esgotado a minha cota de erros nesta vida (sei que isso é ilusão, mas...). Agora começo a sentir o peso de algumas escolhas erradas feitas no passado.

Um abraço!

salivando disse...

Em primeiro, venho agradecer a visita de Gisela, e pelas músicasposso dizer..

eu sou um dos homens que vejo uma situacao sempre em melodia..
pelo menos as mais cheias de "intensidade".. (de preferência as boas)

...e realmente estamos começando a com a brincadeira de escrever algumas verdades...

espero que consigamos!


bjss e nos visite..
seerá uma otima companhia voces por lá.

sauzza disse...

Que interessante e sútil esse post querida,adorei viu....parabéns,penso que estar errado é apenas o lado certo de se auto-acreditar.......e isso vale a pena ......beijossssss,vc é ótima.

esdras b disse...

Nossa, q incrível!!!
Apesar de sempre ouvir o clichê "a escola da vida...", seu texto me esclareceu uma porção de coisas simples.
É exatamente isso, a gente ñ sabe viver, tá aprendendo a cada dia com erros e acertos. E é tão difícil aceitar e admitir os erros né.
Eu passo por um momento de reprovação total na minha vida, mas tô batalhando pra ser aprovado logo e ñ cometer os mesmos erros.

Abços e parabéns!!!
Adoro esse blog e esse post pra mim foi especial.

C. disse...

Errar faz parte da vida...

www.casadobesouro.blogspot.com

Mr. Ziggy disse...

Adorei sua analogia, e achei de uma sabedoria admirável. Sem dúvidas, nós temos dificuldades em lidar com o erro, de nos permitirmos errar e de admitirmos quando erramos.

O trecho do seu texto que mais me chamou atenção foi este:

"Não encaramos a vida como encaramos a escola. Vivemos como se fôssemos diplomados, mestres, doutores em viver."

Isso tem a ver com ego, orgulho e vaidade. Mas se o coração da gente se abre, a vida ensina. E aprender é bom.

Beijo!

William disse...

herrar é umano, ja disia o filosofo....

J disse...

Já escrevi muito sobre o tema.

Compartilho.

Vítor Torrez disse...

Felipe,
Amei!
Uma lição de vida completa em um post o.o'
Aceitar os nossos próprios erros seja talvez o maior desafio para enfrentarmos. O nosso orgulho é tão forte que às vezes passamos uma vida inteira negando um erro tão óbvio e nos torturando por dentro por sabermos da existência dele, quando seria muito mais simples admití-lo, aliviar a alma e seguir em frente, esquecer o erro anterior e partir para o próximo.
Não posso falar muito. Sou muito orgulhoso e ainda tenho muuuito o que aprender, mas espero estar no caminho certo.

Sei que isso deve estar ficando meio chato (até rotineiro) , mas indiquei o blog pra uns selos... Não precisa repassá-los, ok? ;D
Vale só pela indicação mesmo.

Grande abraço!

Michell Niero disse...

Somos todos eternos ignorantes. Deveríamos festejar isso todos os dias mas não. Num modelo de sociedade como o nosso, competir significa se mostrar competitivo; saber significa mostrar que sabe. Nem sempre precisamos saber, às vezes basta se mostrar sabido.


E de farsa em farsa a gente segue. Nenhum de nós sabemos de fato. A existência é feita de ilusões criadas para sustentar um modo de vida bruto, injusto e desigual. Uma pena, pois queremos ou não, voltaremos a servir a natureza sendo adubo um dia.

Um abraço

Tchezar disse...

As pessoas tem o mesmo esse medo de fracassar... E é um grande desafio aceitar que somos humanos e sendo assim, somos vulneráveis ao erro...

Marton Olympio disse...

O mundo é uma grande escola.
A vida é a nossa carteira.
Bom texto :)


http://martonolympio.blogspot.com/

Floradas de amor disse...

O medo de errar é a porta que nos tranca no castelo da mediocridade: se conseguirmos vencer este medo, estamos dando um passo importante em direção à nossa liberdade.
=D

Thierre Januth disse...

ahhh eu gosto as veses dos erros, por que de quem seria o acerto sem o erro... e perfeição e so um ser...

adorei o texto

Parabens

abraços

me visita tb
http://thierre-januth.blogspot.com/

Fabricio bezerra da guia disse...

é bom errar várias vezes na vi a,por que quando se erra pouco,esses poucos erros são torturantes

Caroline Mendes disse...

É, a vida é uma eterna escola... Parabéns pelo texto, muito legal de refletir... =]


http://cantodoescritor.blogspot.com/

luiz disse...

erra eh normal


se puder
http://sonabrisa.nomemix.com/

Vanda disse...

Obrigada pelo carinho em meu blog!!!!

O seu continua lindo!
Sucesso demais viu??

Beijão!!!!

Leiliane Lopes disse...

Eu não gosto de errar... muitas vezes prefiro nem fazer uma coisa com medo de errar... tenho tanto medo que muitas vezes parece que estou vegetando... pq sempre NÃO FAÇO NADA para não fazer errado.
Esse assunto é complexo de mais...

Dta

Hidrya Sampson disse...

vivendo e aprendendo.

parabens pelo blog
minha primeira vez aki.
gostei.
espero oltar mais vezes.
t convido a ir no blog
do aniversariante q vos escreve
será bm vind lá.

www.bagageirodocurioso.spaceblog.com.br

abraçooo e ótima terça!

Dig's Pistor disse...

Enquanto não for catedrático sobre a vida... tenho que me permitir errar. Como erro na escola. Apago o erro com a borracha, levanto a cabeça, olho pra lousa... me volto novamente para minha vida e corrijo onde errei. Ou quem sabe, algum amigo meu sabe me dizer como resolver...

adorei o post e o blog!!!
parabéns!!!

grupo gauche disse...

creio que todos ignoramos coisas diferentes, areas diferentes, um professor doutor em letras desconhece sobre fisica quantica e por ae vai... saber ter a humildade de aprender com os outros é algo muito mais importante. eu por exemplo acabei de ler algo que com certeza acrescentará ainda mais.
parabens!

Mafia171 disse...

quem nunca errou que atire a primeira pedra

Alan Salgueiro disse...

Excelentes pensamentos, a prepotência está cada vez mais enrrigecendo os sorrisos, tá todo mundo cada vez mais PHD em qualquer coisa.
O Oráculo de Delfos, ainda antes de Cristo revelou a Atenas algo que sintetiza bem essa ideia, dizendo a Sócrates: "és o mais sábio dos homens pois afirma que nada sabe."

lumartins2908 disse...

Alguns erros q cometi me arrependi mto mto depois, mas alguns me ensinaram mto. (:

Adoreiii, e aparece ;d
http://tiomah.blogspot.com/

Moorgana disse...

Mesmo sendo muito nova, me arrependi de muitos erros que cometi "/